Rejane lança Frente Parlamentar de Enfrentamento à Violência na Escola

A partir de quarta-feira, 15, após o lançamento da Frente, será implementado um plano de trabalho para nortear a atuação do colegiado.

Com mais de 200 parlamentares, a deputada federal Rejane Dias lança na próxima quarta-feira, 15, no Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Mista de Enfrentamento à Violência nas Escolas. O colegiado, formado por deputados e senadores, assume a missão de debater e acelerar projetos que possam combater a violência no ambiente escolar. 

Foto: DivulgaçãoDeputada Federal Rejane Dias (PT-PI)
Deputada Federal Rejane Dias (PT-PI)

Para a deputada, o Brasil atravessa um momento de grande intolerância e violência dentro da escola. “Desde 2002, ao menos 9 escolas brasileiras sofreram atentados por parte de alunos ou ex-alunos. O massacre de Suzano engrossou uma lista de casos de violência com morte num País já acostumado a uma rotina de agressão e abuso dentro da escola. Existe uma violência diária, velada, sem precedente algum”, disse a parlamentar. 

Para a deputada, é preciso entender onde reside o problema: “É a depressão que está incentivando esse comportamento? É a questão do bullyng. É a negligência dos pais? É a internet? Onde estão os responsáveis por esses jovens? Quais ferramentas e estratégias as escolas podem se utilizar para conter esses atos? São perguntas sem respostas ainda no Brasil”, questiona. 

No lançamento da Frente, especialistas de todo o País irão discorrer sobre as alternativas para enfrentar o problema. Além de secretários de Estado da Educação, membros do Ministério Público e da Justiça estarão presentes. “A Frente Parlamentar irá atuar como um canal de diálogo entre o Legislativo, o Executivo e o Judiciário, na busca de combater os atos de violência e proteger alunos, professores e comunidade escolar; todos estão incluídos nesse processo de construção de um projeto a nível nacional”, completa. 

A inserção efetiva de uma rede de atendimento psicossocial nas Escolas é um dos temas que serão debatidos durante as atividades da Frente. “Se a ideia é criar uma rede de atendimento, vamos fazê-lo. Psicólogos, assistentes sociais, que conversem com os alunos e com os pais. Precisamos de uma rede de profissionais que ajudem o professor e os pais a entenderem esses fenômenos”, disse a deputada. 

A partir de quarta-feira, 15, após o lançamento da Frente, será implementado um plano de trabalho para nortear a atuação do colegiado. O evento acontece às 10h da manhã no Auditório Freitas Nobre da Câmara dos Deputados.

Fonte: Ascom

Compartilhe este artigo:

Facebook

Blogs e Artigos

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1