Médica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez

A médica Kaline Carvalho disse que anda de carro blindado e segurança temendo perder a própria vida e a justiça não julga o caso no Piauí.

Uma ação penal  que já se arrasta a mais de cinco na justiça de primeiro de grau do Piauí teve  mais uma vez  audiência adiada.  No último de dia 08 de maio a audiência de instrução e julgamento que tem como réu o médico Thiago de Castro Ramalho foi interrompida a pedido da Promotora do caso que  solicitou ao juiz para se ausentar da audiência.

Na data de hoje, 11/06, foi retornado o processo em que figura como autora a médica Kaline Carvalho e como réu o médico Thiago de Castro Ramalho, acusado de agressões contra a ex-esposa.

No decorrer da audiência o advogado de defesa do réu pretendeu confrontar as testemunhas com reprodução de áudios, o que pronto foi refutado pelo juiz que estava conduzindo a audiência.

Diante do debate caloroso, se iniciou daí uma discussão acirrada sobre o procedimento da defesa, fato que culminou com o ato do magistrado em suspender a audiência.

De acordo com a informação que chegou ao Pauta Judicial, se extraiu da audiência a tentativa da defesa de subjugar as testemunhas, de plano negado pelo juiz.

Foto: TELSÍRIO ALENCAR/PAUTAJUDICIALMédica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez
Médica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez

Outra audiência será designada para uma data a ser acertada até o final de junho. O juiz titular da 5ª vara criminal de Teresina, José Olindo Gil Barbosa informou à nossa reportagem que a juíza de Valença fará a audiência de instrução e julgamento do caso em tela.

Em entrevista exclusiva ao Pauta Judicial a médica Kaline Carvalho disse que acredita na justiça do Piauí mas que teme perder a própria vida  se o caso não for julgado o mais rápido possível.

Foto: TELSÍRIO ALENCAR/PAUTAJUDICIALMédica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez
Médica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez

A médica bastante abalada disse que anda 24 horas cercada de segurança e que não aguenta mais viver sobre a mira das ameaças  do ex-esposo. “Eu e minha família andamos de carros blindados para tentar barrar uma tragédia”, disse a médica à nossa reportagem.

O pai da vítima, empresário Edilson Carvalho disse ao Pauta que não entende o porque de tanta demora para se julgar esse caso. “Minha filha foi espancada durante 18 anos”, desabafou o empresário.

Foto: TELSÍRIO ALENCAR/PAUTAJUDICIALMédica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez
Médica teme perder a vida e audiência do caso é adiada mais uma vez

Nossa reportagem tentou ouvir o réu do caso em tela, o médico Thiago Castro mas ele disse que iria se manifestar porque o processo corre em segredo de justiça.

Tentamos ouvir um dos advogados de Castro, jurista Nazareno Thé. “Devo fidelidade ao meu cliente, por isso só me manifestarei depois que eu  con versar com ele”. Até o fechamento dessa matéria o Dr. Nazareno não se manifestou.

Mas em respeito ao contraditório, o espaço está reservado, tanto para os advogados  como para o acusado, médico Thiago Castro.

Fonte: REDAÇÃO

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1