Frigobar na cela do ex-presidente Lula seria ‘regalia’, diz Lava Jato

Procuradores também disseram à juíza Carolina Moura Lebbos que há necessidade de mais informações sobre consultas médicas e esteira ergométrica

O Ministério Público Federal (MPF) se manifestou contra o pedido feito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ter o direito de usufruir de um frigobar na prisão. Em documento anexado na última sexta-feira no processo da execução penal de Lula, os procuradores da Operação Lava Jato no Paraná afirmaram que atender à demanda do petista, preso há um mês em Curitiba, seria conceder a ele uma “regalia”.

Foto: Heuler Andrey/AFPO ex-presidente Lula chega à sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) para cumprir mandado de prisão - 07/04/2018
O ex-presidente Lula chega à sede da Polícia Federal em Curitiba (PR) para cumprir mandado de prisão - 07/04/2018

“Inexiste paralelo de concessão de tal regalia no sistema prisional”, sustenta a força-tarefa da Lava Jato à juíza federal Carolina Moura Lebbos, responsável pela execução da pena de 12 anos e um mês de prisão a que Lula foi condenado em segunda instância no caso do tríplex do Guarujá.

Ainda conforme os procuradores, “o custodiado está cumprindo pena e que o deferimento do pedido constituiria injusta discriminação em relação aos demais apenados”.

Fonte: Veja

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1