Delegado Luccy Keiko diz que denuncia de promotor é "fabricada"

Para o delegado de carreira da policia civil a denuncia apresentada pelo promotor de justiça Galeno é infundada  e recheada de cunho pessoal

O Delegado Geral da Policia Civil do Piauí, Luccy Keiko falou com exclusividade ao jornalista Telsirio Alencar do Pauta Judicial sobre a denuncia do promotor de justiça da Comarca de Luiz Correia que o acusa de envolvimento de grilagem de terras no litoral do estado.

Para o chefe da policia civil do Piauí a denuncia do Promotor Galeno Aristóteles Coelho não pode ser vista como uma denuncia do ministério público do Piaui. “Apesar de ele ser membro do MP/PI, mas a denuncia não representa o pensamento do órgão ministerial. Eu lhe asseguro que a denuncia é fabricada”, afirmou o delegado Luccy Keiko.

Para o delegado de carreira da policia civil a denuncia apresentada pelo promotor de justiça Galeno é infundada  e recheada de cunho pessoal. “Ele não está agindo como promotor de justiça e sim com o sentimento de vingança porque o sindicato dos delegados do Piauí o denunciou no Conselho Nacional do Ministério Público e eu serei uma das testemunhas contra o promotor na denuncia do sindicato”, ressaltou o delegado.

Luccy Keiko disse ainda ao Pauta Judicial que conta com apoio total da categoria de delegados do Piauí e de vários segmentos da sociedade civil organizada do Piauí. “Tenho mais 40 de idade sempre pautei minha vida na legalidade e no trabalho.  Nunca recebi uma denuncia se quer na minha carreira de policial. E agora vem uma denuncia desse porte para tentar descaracterizar o nosso trabalho à frente da delegacia geral. Enfim, ninguém pode utilizar a percepção penal que é coisa muito séria por capricho pessoal para fazer vingança”, desabafou o delegado.

Foto: TELSÍRIO ALENCAR/PAUTAJUDICIALDelegado Geral da Policia Civil do Piaui, Luccy Keiko
Delegado Geral da Policia Civil do Piaui, Luccy Keiko

Keiko disse que viu com muita tristeza a publicidade da denuncia, mas que a relação da policia civil com o ministério público não será abalada. “ Sempre tivemos e vamos manter uma linha de respeito e parceria institucional muito firme com o MP/PI. O que não vamos fazer é baixar a cabeça para denuncia fabricada”, disse Keiko.

Para o chefe da policia civil do Piauí não pode querer assassinar a honra de uma pessoa maculando sua imagem. “Eu  na qualidade de delegado da policia civil do Piauí nunca instaurei um inquérito com o intuito de querer prejudicar uma pessoa porque eu tenho um problema pessoal”, Ressaltou Luccy Keiko.

Nossa reportagem não conseguiu localizar o Promotor Galeno Aristóteles para falar sobre sobre a manefestação do Delegado Luccy Keiko. Em respeito ao contraditório, o espaço está reservado para quaisquer esclarecimentos.

Fonte: REDAÇÃO

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1