Advogados de Lula atentam contra a ética e prejudicam seu cliente

A afirmação é do advogado Daniel Oliveira autor do Habeas Corpus de Lula. Oliveira representou Cristiano Zanini ao Conselho de ética da OAB

O advogado Daniel Oliveira, ex-secretário estadual de Justiça, pode se vangloriar de ter sido o causador de toda uma discussão em torno da possível soltura do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Em sua tese, que chegou a ser questionada pelos advogados de defesa de Lula, ele defendeu o regime semiaberto para o ex-presidente. Os advogados de Lula, encabeçados por Cristiano Zanini, teriam “atravessado” o processo de Daniel Oliveira.

Foto: DivulgaçãoDaniel Oliveira vs Cristiano Zanini (Fotos: Reprodução)
Daniel Oliveira  Cristiano Zanini.

“Eles atravessaram uma petição em um processo em que sou o autor. Estão atrapalhando a defesa e a liberdade do presidente Lula. Só vaidade por ter sido um advogado do Piauí que apresentou a tese e eles dormiram no ponto”, afirmou Daniel Oliveira ao OitoMeia.

Até a tarde desta sexta-feira (03/05), segundo matéria da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, Lula teria recusado o pedido e que só sairia dali se fosse inocentado. Mas para o advogado piauiense tanto os advogados de Lula como parte da imprensa nacional demonstraram-se contra sua tese por “puro preconceito” por ele ser nordestino, do Piauí.

Foto: DivulgaçãoDaniel Oliveira vs Cristiano Zanini (Fotos: Reprodução)
Daniel Oliveira vs Cristiano Zanini (Fotos: Reprodução)

Oliveira, no entanto, manteve sua tese e inclusive entrou  uma representação contra os advogados do ex-presidente Lula, incluindo Cristiano Zanini, no Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). “Eles pedem sem poderes o não conhecimento do referido habeas corpus. Tal conduta configura grave ofensa à ética na advocacia e aos princípios republicanos que devem reger as relações entre advogados”, diz a representação do piauiense. Confira:

Em seu habeas corpus, Daniel Oliveira usou do argumento de que Lula já pode ser solto por já ter cumprido um ano da pena a que fora condenado. “Que seja aplicada a detração penal, já que o ex-presidente Lula já cumpriu um ano da pena de oito anos que responde. Se ele já cumpriu, que seja colocado imediatamente em semi liberdade”, afirmou o advogado. No habeas corpus, ele pede que seja garantido “o enquadramento no regime semiaberto como regime inicial de cumprimento da pena”. Assista o que diz Daniel Oliveira:

Para completar, no final da tarde desta sexta o próprio Lula, em uma entrevista concedida ao jornalista Kennedy Alencar, admitiu pela primeira vez que aceita que a sua defesa peça pela progressão de regime da pena que cumpre por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Ele quer passar do regime fechado para o semiaberto.

Justamente o que apresentou o advogado Daniel Oliveira em sua tese inicial. Em setembro, Lula completa um sexto da pena. No mês passado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) reduziu a pena de 12 anos e 1 mês de prisão, estabelecida em 2ª instância, para 8 anos e 10 meses. Na entrevista, Lula ressalva que pedirá a progressão, mas que continuará lutando na Justiça para provar sua inocência.

Fonte: OitoMeia

Compartilhe este artigo:

Facebook

Blogs e Artigos

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1