Advogados criticam campanha publicitária da OAB/PI: " É rica demais"

Nossa reportagem foi abordada por vários advogados que protestaram contra o volume de outdoors espalhados em Teresina. Se referiram à campanha das prerrogativas.

Vários advogados inscritos nos quadros na Ordem dos Advogados do Piauí criticaram a campanha publicitária feita pela seccional local.  Para uns que pediram para não ser identificados com medo de represália por parte da atual gestão da OAB/PI, chegaram a classificar de campanha rica demais para os tempos atuais de crise.

Foto: TELSÍRIO ALENCAR/PAUTAJUDICIALAdvogados criticam gastos com campanha publicitária da OAB/PI
Advogados criticam gastos com campanha publicitária da OAB/PI

A campanha que espalhou outdoors nos quatro cantos de Teresina que trata da defesa da prerrogativas dos advogados também está sendo classificada como “exagerada demais”.  “A atual gestão só fala em crise e quebradeira e sai com uma campanha rica dessa espalhando outdoors em todos os cantos de Teresina. Isso é ou não uma contradição?”, questão um advogado.

Em meio ao debate sobre os destinos da anuidade ser aplicado em uma campanha cara, um jurista disse que atual gestão está totalmente perdida. “Nem mesmo se colocar um outdoors de quarteirão em quarteirão, a atual gestão não vai encontrar o caminho de se fazer cumprir as promessas de campanha feitas por Celso Neto”, desabafou.

Um advogado em tom de muita revolta disse que a Ordem hoje, é presidida pela elite da advocacia. “Eles estão transformando o restante de nossa classe numa verdadeira categoria de proletariado. Tem advogado passando necessidade básica e a Ordem não move uma palha e ainda gastar nossa anuidade com meio mundo de outdoors. Qual a necessidade disso”, indignou se o jurista.

Foto: DivulgaçãoAdvogados criticam gastos com campanha publicitária da OAB/PI
Advogados criticam gastos com campanha publicitária da OAB/PI

Na verdade não se sabe ao certo quantos outdoors foram espalhados em Teresina.  Nossa reportagem ligou para o presidente da OAB/PI, Celso Neto, mas  nossa ligação não foi atendida.

Em respeito ao contraditório, o espaço está reservado á cúpula da Ordem.

Fonte: REDAÇÃO

Compartilhe este artigo:

Facebook

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias

1