Telsirio Alencar (Telsirio Alencar)
Blog Direto ao Direito Esse Blog busca informar e tecer comentários sobre leis e a Justiça. Por isso, o bloguista vai direto ao direito.

Candidata à vaga do 5º Constitucional: “A Ordem não deve meter o dedo"

Após o blog publicar que Charles Max é o nome de Celso Neto para a vaga de desembargador no TJ,a advogada Maria do Amparo Rodrigues Lima, 65 anos,  40 de batente na advocacia  piauiense  disse ao bloguista que lamenta profundamente os moldes como o comando da Seccional Ordem dos Advogados do Piauí quer fazer a escolha do nome que vai representar o 5º constitucional  no Tribunal de Justiça do Piauí.

Foto: DivulgaçãoAdvogada Amparo Rodrigues Candidata à vaga do 5º constitucional  reage:  “A OAB não deve meter o dedo”
Advogada Amparo Rodrigues Candidata à vaga do 5º constitucional  reage:  “A OAB não deve meter o dedo”

Para a jurista,  que por enquanto é a única mulher que concorre à desembargatória, a Ordem não deveria  meter  o dedo no processo de escolha do advogado ou da advogada que vai fazer parte como integrante da mais alta corte de justiça do Piauí. “Advogada reage: “Não serei candidata de grupos da OAB/PI e sim da advocacia”, retrucou a jurista.

“O cargo que será preenchido pelo quinto constitucional, será da livre escolha da classe de advogados e não deverá ser submetido ao crivo de grupos da entidade”, criticou Doutora Amparo Rodrigues.

“Quando os integrantes da OAB/PI se submetem a indicar um jovem advogado para a vaga de desembargador, no mínimo a Ordem tira a oportunidade de se fazer um rodízio com a participação de muitos advogados e advogadas que colocaram suas vidas profissional inteira á serviço da advocacia e que  gostariam de coroar suas carreiras no mundo jurídico com um cargo tão importante que é o cargo desembargador”, ressaltou  a jurista.

Para a concorrente à vaga de magistrado de segundo grau os advogados tem que pensar muito  sobre a escolha de um nome jovem por conta do tempo em que esse escolhido ficará sem dá a devida oportunidade aos que sonham em concorrer ao cargo.

“Tenho 65 anos de idade e 40 de carreira, então eu acho razoável passar 10 anos no cargo ao invés de um jovem que passará no mínimo 40 anos no tribunal”, disse a advogada.

Compartilhe este artigo:

Blogs e Artigos

Enquete

Qual sua opinião sobre porte de armas no Brasil?

  • 5,97%
  • 19,4%
  • 41,79%
  • 4,48%
  • 8,96%
  • 10,45%
  • 7,46%
  • 1,49%

Total: 67 voto(s)

Encerrada em 30/11/2017 17:07

Últimas Notícias